Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Economia
Indústrias catarinenses vão pagar menos ICMS a partir de domingo
O imposto será tributado cheio (17%) apenas na venda do varejista ao consumidor final.
SecomSC/DC
por  SecomSC/DC
27/02/2020 13:53 – atualizado há 21 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A alíquota de ICMS nas operações internas, feitas dentro do Estado de Santa Catarina,será reduzida de 17% para 12% a partir de domingo, dia 1 de março de 2020. A nova alíquota vai favorecer os contribuintes, e, em especial, os industriais. A lei 17.878/2019, de autoria do governo do Estado, incide sobre as transações entre empresas contribuintes. O imposto será tributado cheio (17%) apenas na venda do varejista ao consumidor final. A mudança não se aplica para os produtos destinados a uso, consumo ou ativo imobilizado das companhias.

Os itens do segmento têxtil e artefatos de couro também estão fora da nova regra porque já possuem outro tipo de benefício.

"A iniciativa é boa porque desonera a indústria que poderá vender seus produtos com menos imposto e isso contribui no custo da produção", avalia o presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij), João Joaquim Martinelli.

Para aplicar a alíquota de 12% de ICMS, a venda precisa ocorrer em Santa Catarina; cliente e fornecedor devem ser contribuintes de ICMS; não se aplica nas vendas a consumidor final, com exceção ao fornecimento de alimentação em bares, restaurantes e comércio (exceto bebidas alcoólicas). Na prática, a lei 17.878, de 27 de dezembro de 2019, altera o artigo 19 da lei 10.297/96. Para mercadorias com alíquotas de 25% não há redução de tributação.

A partir do dia 6 de abril deste ano será obrigatório em operações intermunicipais o manifesto eletrônico de documentos fiscais (MDF-e). É um documento emitido eletronicamente que vincula transporte de cargas e tem a assinatura digital como validade. Será de responsabilidade do transportador dos produtos emitir o MDF-e.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...