Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Simulado de incêndio acontece nesta quinta-feira no Hospital de Caridade em Erechim
Ação será desencadeada às 15:00 horas e vai envolver bombeiros, forças de segurança e de socorro da cidade e os mais de 500 funcionários do hospital.
Assessoria/HCE
por  Assessoria/HCE
26/02/2020 23:11 – atualizado há 23 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O Hospital de Caridade de Erechim realizará nesta quinta-feira (27), às 15h, um exercício de simulação de evacuação em caso de incêndio coordenada pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt) e pela Brigada de Incêndio do HC, com o apoio do Corpo de Bombeiros e do departamento de trânsito do município.

A ação, que deve durar 1 hora, faz parte do processo de Acreditação Hospitalar e visa, conforme a administração do HC, disseminar práticas de prevenção e segurança, preparando colaboradores e demais usuários para eventuais situações de emergência/incêndio. Para tanto, os cerca de 500 funcionários da instituição estão recebendo treinamento sobre o protocolo de incêndio.

Como funcionará

Será colocado ponto de ‘fogo falso’ (com gelo seco) na unidade de internação C, o que fará com que uma botoeira manual seja acionada, dando início à simulação – que obedecerá o planejado numa rota de fuga.

Os próprios colaboradores do Hospital desempenharão o papel de pacientes e familiares, que não serão envolvidos na atividade. Em relação aos brigadistas do HC, caberá a eles transferir as ‘vítimas’ para um local seguro, onde haverá a classificação de risco e a realização dos primeiros socorros.

Bombeiros e servidores do departamento de trânsito de Erechim também participarão da ação. Enquanto os primeiros estarão envolvidos no resgate e combate ao incêndio, o pessoal do trânsito realizará o bloqueio das ruas São Paulo e Marechal Deodoro.

Além da Unidade C, todos os setores da ala administrativa, cozinha, serviço de radiologia e farmácia interna também farão o abandono de seus respectivos locais de trabalho. Os demais setores não serão afetados.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE