Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Reprodução/NSCTV
Previsão de mais chuva em SC mantém alerta na Defesa Civil após estragos em 14 cidades
Chegada de frente fria neste domingo deve trazer mais chuva ao Estado
NSC
por  NSC
09/02/2020 06:56 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A Defesa Civil de Santa Catarina segue de plantão acompanhando as ocorrências causadas pelas fortes chuvas no Estado. O órgão mantém alerta em nível amarelo de observação por conta da previsão da chegada de uma frente fria que deve trazer mais chuva neste domingo (8). O monitoramento é realizado no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), em Florianópolis, segundo publicação do jornal NSC.

Foto: Defesa Civil, Divulgação)

Nos últimos dias, pelo menos 14 cidades catarinenses nas regiões Norte, Vale do Itajaí e litoral registraram ocorrências por conta das enxurradas. Quatro municípios decretaram situação de emergência em nível municipal: Guaramirim, Ilhota, São Francisco do Sul e Garuva. A Defesa Civil informou que aguarda documentação necessária para a análise e possível homologação no âmbito estadual dos decretos de emergência.

Foto: Secretaria de Infraestrutura, Divulgação

Outra preocupação é que a grande quantidade de chuva registrada no Estado levou à saturação do solo, o que provocou redução da capacidade de absorção e escoamento da água em diversos municípios, informou a Defesa Civil. Por isso, foram emitidos avisos de risco de deslizamentos para 38 cidades catarinenses, com destaque para Garuva, Ilhota, Camboriú, Águas Mornas e Luiz Alves (confira a relação completa abaixo).

— Foram efetuadas ações de retirada preventiva de moradores de encostas instáveis, abertura de abrigos para recepção de pessoas afetadas e distribuição de itens de assistência humanitária. O monitoramento intensificado permanece, pois teremos a passagem de uma frente fria que deve trazer mais chuva neste domingo — afirmou o diretor de Gestão de Desastres da Defesa Civil de Santa Catarina, Aldrin de Souza.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE