Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação/ Rede social
Jovem encontrado morto na Transbrasiliana iria vender carro em Passo Fundo
Ele era morador de Ibiaçá e não possuía passagens pela polícia.
Leandro Vesoloski/Rádio Uirapuru
por  Leandro Vesoloski/Rádio Uirapuru
05/02/2020 08:37 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O jovem encontrado morto na BR 153 (Transbrasiliana) na noite desta terça-feira(04), saiu de casa com destino a Passo Fundo para negociar um veículo de sua propriedade.

De acordo com o boletim policial registrado na DPPA de Passo Fundo, Pablo Scariot, de 27 anos, esteve em Passo Fundo durante a tarde dizendo que negociaria sua caminhonete Hilux SRV de cor preta e placas padrão Mercosul ISV0H08. Junto com a caminhonete, Scariot transportava uma motocicleta de alta cilindrada, que usaria supostamente para retornar a sua cidade. Os veículos ainda não foram encontrados.

Ouvinte Reporter/Leandro Vesoloski

O jovem que era morador de Ibiaçá, distante cerca de 70 quilômetros de Passo Fundo não possuía passagens pela polícia. Segundo relato de moradores de Ibiaçá, Pablo Scariot negociava veículos na região e era conhecido como um jovem trabalhador e que possuía um grande número de amigos.

O jovem foi encontrado morto com, pelo menos, um disparo de arma de fogo no rosto. Ele estava com as mãos amarradas com abraçadeiras de nylon e fita adesiva. Antes de morrer ele foi amordaçado. Seu corpo foi localizado por um popular em um ponto visível da rodovia por volta das 20h.



Pablo não tinha passagem pela polícia. Era considerado por todos um rapaz trabalhador e tinha muitos amigos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE