Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Turistas alugam casas em Balneário Camboriú e descobrem Golpe do aluguel
Maioria das ocorrências em Balneário Camboriú é de ofertas de imóveis na cidade. Mas também há relatos de casos ocorridos em cidades vizinhas.
NSCTotal
por  NSCTotal
29/12/2019 22:00 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A Delegacia da Polícia Civil em Balneário Camboriú registrou, desde o dia 23 de dezembro, 28 boletins de ocorrência por "golpe do aluguel" - oito somente neste domingo (29). São casos de turistas que alugaram imóveis para a temporada, pela internet, e ao chegarem à cidade do litoral de Santa Catarina descobriram que foram ludibriados.

Segundo o delegado Aderlan Camargo, a maioria das ocorrências registradas em Balneário Camboriú é de ofertas de imóveis na cidade. Mas também há boletins de ocorrência relacionados a casos ocorridos em cidades vizinhas, como Itapema. O policial está analisando as ocorrências para compreender a dinâmica dos golpes - as investigações poderão indicar, por exemplo, se foram praticados pelo menos grupo criminoso ou por diferentes estelionatários.

O golpe não é novo, costuma se repetir a cada temporada de verão. Em geral, os anúncios aparecem em sites onde há todos os tipos de ofertas. Em alguns casos, os criminosos usam fotos de imóveis que existem e são oferecidos, oficialmente, em outras páginas na internet. Em outras situações, o imóvel sequer existe.

O delegado regional de Balneário Camboriú, Fábio Moreira Osório, afirma que há alguns cuidados que os turistas devem tomar na hora de fechar negócio. O primeiro deles é desconfiar de preços muito baixos, diferentes da média de mercado, e buscar referência - prefira sites conhecidos ou imobiliárias para negociar o aluguel.

Outra dica é não pagar todo o valor do aluguel antecipadamente. Se possível, combine ir até o imóvel antes de fechar a negociação - ou, pelo menos, indique a intenção de fazê-lo. Ter que mostrar o imóvel pode afastar os estelionatários.

Por fim, se cair no golpe, a orientação do delegado é que a vítima registre boletim de ocorrência junto à Polícia Civil ou procure a Polícia Militar. Os detalhes ajudarão a identificar os criminosos e a frear esse tipo de crime.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE