Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
MPT estará à frente do Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos em 2020
O Ministério Público do Trabalho - MPT, definiu para o ano que vem o estabelecimento de uma agenda estratégica, como sendo uma das prioridades.
Assessoria/MPT/RS
por  Assessoria/MPT/RS
20/12/2019 07:07 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Em reunião ordinária realizada em Porto Alegre, no início de dezembro, o Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (FGCIA) definiu a nova coordenação para 2020. Quem assume a coordenação do FGCIA é o procurador do Trabalho (MPT) Noedi Rodrigues da Silva, em substituição ao procurador da República Rodrigo Valdez de Oliveira. A coordenação adjunta foi ampliada para cinco representantes: as procuradoras da República do Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul Ana Paula Carvalho de Medeiros e Suzete Bragagnolo, o promotor de Justiça (MPRS) Daniel Martini, o procurador do trabalho Rogério Uzun Fleischmann e o engenheiro agrônomo da Associação Brasileira de Agroecologia Leonardo Melgarejo.

Para o próximo ano, uma das prioridades é a definição de uma agenda estratégica destacando as principais atuações a partir das comissões temáticas e da realização das audiências públicas.

FGCIA

O Fórum é um espaço permanente, plural, aberto e diversificado de debate de questões relacionadas aos impactos negativos dos agrotóxicos na saúde do trabalhador, do consumidor, da população e do ambiente, possibilitando a troca livre de experiências e a articulação em rede da sociedade civil, instituições e Ministério Público.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE